quarta-feira, 9 de maio de 2018

Técnico de segurança no complexo Ford inverte valores prejudicando pais e mães de família.


A responsabilidade de um técnico de segurança do trabalho nas empresas é dentre outras, informarem aos trabalhadores sobre os riscos da sua atividade, bem como as medidas de eliminação e neutralização. Mais no complexo Ford a função está sendo aplicada de forma distorcida, procurando penalizar os trabalhadores em tudo, mas as ocorrências que verdadeiramente necessitam de atenção estão ficando em segundo plano.

Na montagem final, por exemplo, no período de chuva, inúmeras goteiras surgem, fato este que a CIPA trata, mais o técnico de segurança da área faz vista grossa. Outra situação que demonstra esta tendência foi a questão do atraso da ambulância em uma ocorrência na área da Qualidade, evento este que também passou despercebido pelo técnico de segurança da área, mais não pela CIPA.

O sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari chama a atenção que a prática de alguns profissionais da segurança de tentar fotografar trabalhadores por detrás de pilastras é um equívoco, e só traz desconfiança e insegurança para o chão de fábrica.

O Stim Camaçari preza pela segurança e pela tranqüilidade ao trabalhador em sua atividade laboral. Toda e qualquer abordagem precisa ser feita de forma clara, profissional e sem tentativas de prejudicar gratuitamente os trabalhadores.

0 comentários:

Postar um comentário

COMO POSTAR UMA DENÚNCIA?

1° ESCREVA SUA DENÚNCIA E CLIQUE POSTAR COMENTÁRIO
2° DEPOIS ESCREVA AS LETRAS DE VERIFICAÇÃO DE PALAVRAS
3° FINALMENTE CLIQUE NOVAMENTE EM POSTAR COMENTÁRIO

Compartilhe em suas redes sociais

Twitter Orkut Facebook Digg Stumbleupon Favoritos Mais