terça-feira, 6 de junho de 2017

Trabalhadores da Torrebras em greve

Empresa tenta intimidar movimento com demissões no chão de fábrica
Após inúmeras tentativas de negociação feitas pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari/CTB, que esbarraram em negativas da Torrebras, os trabalhadores deflagraram greve na semana passada, em assembleia realizada na porta da empresa.


A Torrebras insiste em tentar negociar diretamente com os trabalhadores para, assim, ter mais poder para reduzir direitos: a empresa quer aumentar o valor do plano de saúde para dependentes de R$ 37,00 para R$ 167,00, mais a co-participação. Além disso, quer reduzir a PLR de R$ 6.750,00 para R$ 4.000,00, e sem pagamento de Abono.
Reunidos em assembleia, os trabalhadores deram ao Sindicato plenos poderes de negociação. Em retaliação, a Torrebras demitiu 12 trabalhadores, numa clara tentativa de intimidar o movimento. E mais, ao todo a empresa pretende demitir 42 trabalhadores, para, depois, recontratá-los. Uma tática antiga que tem o objetivo intimidar os funcionários para conseguir impor a todo custo um acordo rebaixado, com redução de direitos. O Sindicato está ao lado dos trabalhadores, na luta para que os seus direitos sejam respeitados e a pauta de reivindicação sejam negociada com a seriedade que merece.
A proposta encaminhada pelo Sindicato à diretoria da empresa reivindica PLR de R$ 6.750,00 mais bônus de R$1.500,00.

“A Torrebras teima em não aceitar negociar com o Sindicato. Mas, os trabalhadores estão unidos e determinados a lutar pelos seus direitos. Reforçamos a nossa pauta de reivindicação e, agora, a luta pela reintegração dos funcionários demitidos arbitrariamente pela empresa”, diz Júlio Bonfim, presidente do Sindicato.


0 comentários:

Postar um comentário

COMO POSTAR UMA DENÚNCIA?

1° ESCREVA SUA DENÚNCIA E CLIQUE POSTAR COMENTÁRIO
2° DEPOIS ESCREVA AS LETRAS DE VERIFICAÇÃO DE PALAVRAS
3° FINALMENTE CLIQUE NOVAMENTE EM POSTAR COMENTÁRIO

Compartilhe em suas redes sociais

Twitter Orkut Facebook Digg Stumbleupon Favoritos Mais