segunda-feira, 6 de agosto de 2018

2018. NOVA TABELA SALARIAL DOS TRABALHADORES DO COMPLEXO FORD. 62 O TETO AGORA É R$ 3.277,60

"COM COMPETÊNCIA NA NEGOCIAÇÃO, CONSEGUIMOS HOJE QUE O SALÁRIO INICIAL DE UM TRABALHADOR OPERADOR 62 SEJA R$ 1.746,17 (UM MIL SETECENTOS QUARENTA E SEIS REAIS E DEZESSETE CENTAVOS) GARANTINDO O CRESCIMENTO E EVOLUÇÃO CHEGANDO AO TETO DE R$ R$ 3.277,60 (TRÊS MIL DUZENTOS E SETENTA E SETE REAIS E SESSENTA CENTAVOS)". DIZ JÚLIO BONFIM PRESIDENTE DO SINDICATO DOS METALÚRGICOS. SOMOS UM SINDICATO QUE FAZ A DIFERENÇA NA EMPREGABILIDADE E NO BOLSO DO TRABALHADOR SOMOS CTB (CENTRAL DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO BRASIL) CHAPA 1!

O REAJUSTE DOS SALÁRIOS NO COMPLEXO FORD NESSE ANO DE 2018 SERÁ DE 4,05% (QUATRO VIRGULA ZERO CINCO POR CENTO),  ONDE A INFLAÇÃO DO PERÍODO DOS ÚLTIMOS 12 MESES COM REFERENCIA O MÊS DE JULHO MEDIDA PELO INPC/IBGE 3,52%.

OS METALÚRGICOS CONSEGUIU 0,5% DE AUMENTO REAL E MAIS ABONO DE R$ 3.692,16 (TRÊS MIL, SEISCENTOS E NOVENTA E DOIS REAIS E DEZESSEIS CENTAVOS) O MAIOR REAJUSTES JÁ PAGO COM ABONO NO PAÍS EM PERÍODO DE CRISE, ACORDO FEITO COM O SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE CAMAÇARI (CHAPA 1) FILIADO À CTB. 


ESSA TABELA SALARIAL FOI UMA CONQUISTA DA DIRETORIA DO SINDICATO DOS METALÚRGICOS DE CAMAÇARI (CHAPA 1 FILIADA À CTB) JUNTO COM TODOS OS TRABALHADORES E TRABALHADORAS DO COMPLEXO FORD. 

"NOSSO TRABALHO E DEFENDER OS SEUS DIREITOS"

JULIO BONFIM

PRESIDENTE

WhatsApp do Sindicato 071 99654-1751 para fazer sua denúncia! 


62
R$ 1.746,17 (6 meses) R$ 1.850,97 (6 meses) R$ 1.962,00 (6 meses) 
R$ 2.078,39 (6 meses) R$ 2.204,70 (8 meses) R$ 2.336,78 (8 meses) 
R$ 2.500,59 (8 meses) R$ 2.675,39 (8 meses) R$ 2.862,66 (8 meses) 
R$ 3.063,06 (8 meses) R$ 3.277,60
WhatsApp do Sindicato 071 99654-1751 para fazer sua denúncia! 
63
R$ 2.336,78 (6 meses) R$ 2.453,63 (6 meses) R$ 2.576,30 (6 meses) 
R$ 2.705,15 (6 meses) R$ 2.840,38 (8 meses) R$ 2.982,40 (8 meses) 
R$ 3.131,54 (8 meses) R$ 3.288,10 (8 meses) R$ 3.485,39 (8 meses) 
R$ 3.694,49 (8 meses) R$ 3.916,19 
WhatsApp do Sindicato 071 99654-1751 para fazer sua denúncia! 
64
R$ 2.983,40 (6 meses) R$ 3.116,60 (6 meses) R$ 3.256,86 (6 meses) 
R$ 3.403,43 (6 meses) R$ 3.556,57 (8 meses) R$ 3.716,79 (8 meses) 
R$ 3.883,87 (8 meses) R$ 4.058,65 (8 meses) R$ 4.241,30 (8 meses) 
R$ 4.432,15 (8 meses) R$ 4.631,58
WhatsApp do Sindicato 071 99654-1751 para fazer sua denúncia! 
65
R$ 3.716,62 (6 meses) R$ 3.883,87 (6 meses) R$ 4.058,64 (6 meses) 
R$ 4.241,30 (6 meses) R$ 4.432,15 (8 meses) R$ 4.631,58 (8 meses) 
R$ 4.840,03 (8 meses) R$ 5.057,81 (8 meses) R$ 5.285,42 (8 meses) 
R$ 5.523,60 (8 meses) R$ 5.771,83
WhatsApp do Sindicato 071 99654-1751 para fazer sua denúncia! 
66
R$ 4.839,74 (6 meses) R$ 5.057,53 (6 meses) R$ 5.285,11 (6 meses) 
R$ 5.522,95 (6 meses) R$ 5.771,48 (8 meses) R$ 6.031,19 (8 meses) 
R$ 6.302,59 (8 meses) R$ 6.586,21 (8 meses) R$ 6.882,60 (8 meses) 
R$ 7.192,31 (8 meses) R$ 7.515,98

WhatsApp do Sindicato 071 99654-1751 para fazer sua denúncia! 
FONTE: STIM CAMAÇARI  FILIADO À CTB CHAPA 1.
06/08/2018

quinta-feira, 5 de julho de 2018

Conquista de pagamento de adicional noturno


O Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari garantiu o pagamento do adicional noturno, referente aos dias de paralisação dos caminhoneiros, a todos os trabalhadores do turno noturno, ficando, assim, os dias de pagamento 2x1 igual aos demais turnos.

A conquista só foi possível graças à negociação iniciada pela entidade, com o objetivo de garantir os direitos dos trabalhadores.



Sindicato evita demissão na Autometal

O Sindicato informa que a Autometal, há um mês atrás, solicitou uma reunião com o presidente Júlio Bonfim para informar 15 demissões pelo motivo de a empresa estar perdendo a partir do dia 9 de julho, um total de 7 moldes. Mas, como sempre, o presidente, além de não aceitar as demissões, também deu início a uma intensa  discussão com a Ford a respeito da saída das pecas, que iria gerar demissões em massa. Mais uma vez, Júlio mostrou a sua competência e evitou  essas demissões. 



Sindicato promove reunião com trabalhadores portadores de doenças ocupacionais nesta quinta-feira



O Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari convida todos os trabalhadores portadores de doença ocupacional para uma reunião nesta quinta-feria, no dia 5 de julho, na sede da entidade.

O encontro acontecerá em duas oportunidades, com igual conteúdo, sendo a primeira as 09:30 e a segunda as 15:30, para que os trabalhadores de todos os turnos possam participar do evento.

Na oportunidade o Sindicato lançará também o seu novo programa de assistência previdenciária integrada, oferecendo amplo atendimento aos trabalhadores nas questões junto ao INSS. Contamos com a presença de todos.



Sindicato conquista contratação de 70% dos funcionários da Valeo


Após intensas negociações, o Sindicato dos Metalúrgicos de Camaçari conquistou a contratação, pelo Complexo Ford, de 70% dos funcionários da Valeo. Os trabalhadores passam imediatamente para a Ford e têm, agora, o emprego assegurado. Para quem não tiver mais interesse me continuar na montadora, será aberto PDV (Plano de Demissão Voluntária) no valor de  R$ 35.000,00.
Para o presidente do STIM Camaçari, Júlio Bonfim, mais uma vez o Sindicato consegue avançar na garantia da empregabilidade dos metalúrgicos. “A insistência nas negociações valeu a pena. Graças à isso, conseguimos assegurar a maior parte das vagas de trabalho dos funcionários da Valeo. Fica um sentimento de dever cumprido”, diz.


Seminário discute o fortalecimento da luta antirracista


A Frente Antirracismo do PCdoB realizou, no último sábado (30/06), em Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS), o I Seminário sobre a questão, com o objetivo de apontar alternativas para o fortalecimento das ações de enfrentamento à discriminação racial no estado. O secretário estadual de Combate ao Racismo do Partido, Alexandro Reis, participou do evento.
Junto com Alexandro, também estavam Jerônimo Silva, secretário estadual de Combate ao Racismo da CTB-Bahia; Everaldo Vieira, secretário de Promoção da Igualdade de Camaçari; o presidente do PCdoB no município, Vital Vasconcelos; o vereador comunista Binho do 2 de Julho; a socióloga Jacqueline Andrade; além das militantes Sandra Regina, Negra Magna e Suzana Lima.
Na pauta de discussões, estavam a abolição da escravatura e os temas que perpassam pela questão racial no Brasil, como economia, política – principalmente em relação à baixa representatividade negra no parlamento – e as reformas propostas pelo governo Temer.
O seminário contou com oito intervenções da militância, que apresentou ideias de atuações no enfrentamento ao racismo, em conjunto com a intolerância religiosa, o machismo, a homofobia e a violência contra o trabalhador e a população negra e não negra.
Do encontro, foram extraídas questões que deverão ser apuradas e/ou executadas pelo coletivo partidário. Entre elas, estão:
– Denúncias de violência de agentes públicos na periferia de Camaçari.
– Elaboração de um plano para dialogar melhor com os estudantes nas escolas.
– Destinar mais investimentos e recursos para a luta no combate o RACI

SMO.
– Debater a construção de um Encontro amplo para o mês de novembro com os partidos de esquerda e centro esquerda de Camaçari e Região.
– Buscar um diálogo mais efetivo com o governador Rui Costa e um novo modelo de segurança pública, também com o olhar dos movimentos sociais.
– Buscar fortalecer e investir em candidaturas de homens e mulheres negras que debatem a temática.
FONTE: PCdoB

quarta-feira, 4 de julho de 2018

Mais um trabalhador reintegrado


Reintegrado hoje por decisão judicial o companheiro Carlos Eduardo Oliveira da Silva na empresa FORD. O trabalhador foi despedido doente/ lesionado e estável. À reintegração foi promovida pelo escritório jurídico do STIM CAMAÇARI , ESCRITÓRIO FREIRE Advogados e Associados.

terça-feira, 3 de julho de 2018

Atenção trabalhadores


Compartilhe em suas redes sociais

Twitter Orkut Facebook Digg Stumbleupon Favoritos Mais